Feito com base na plataforma modular CMA, o novo modelo global será lançado em 2019.

A Volvo confirmou que construirá o primeiro carro elétrico da sua história na China, mais concretamente na fábrica de Luqiao (juntamente com o primeiro modelo de produção da Lynk & Co, o 01, e o novo Volvo XC40). Este novo modelo global, que poderá vir a ser S40 (na linha do concept 40.2, na imagem, apresentado no ano passado), está previsto para 2019 e será feito com base na plataforma modular CMA, que a marca sueca criou em conjunto com a Lynk & Co, a outra marca da sua dona Geely. Citado pelo Automotive News Europe, o responsável máximo da Volvo adiantou que na sequência do lançamento deste novo modelo, outras variantes de combustão interna se seguirão. Hakan Samuelsson define a escolha de um compacto elétrico como “lógica”, devido às apertadas regulamentações para reduzir as emissões poluentes.

O responsável de pesquisa e desenvolvimento da Volvo, Henrik Green, confirmou ainda no Salão de Xangai que a marca está neste momento empenhada em desenvolver uma gama de elétrico de maiores dimensões, feitos com base na plataforma modular SPA (dos Série 90 e 60). Atualmente, 14% dos XC90 vendidos globalmente são híbridos plug-in.

A Volvo quer colocar nas estradas mundiais um milhão de veículos eletrificados, elétricos e “plug-in”, até 2025.

Assine Já

Edição nº 1437
Já nas bancas

Digital Papel

Top

Os mais recentes